Rede dos Conselhos de Medicina
Selecione o Conselho que deseja acessar:
Falta de estrutura física compromete a qualidade do atendimento no Hospital Intantil

Graves problemas na estrutura física e falta de medicamentos comprometem bom atendimento no Hospital Infantil, segundo CRM-PI

Em mais uma fiscalização realizada no Hospital Infantil Lucídio Portela, em Teresina, referência no atendimento público de crianças e adolescentes no Estado, o Conselho Regional de Medicina do Estado do Piauí – CRM-PI constatou que os problemas de infiltração e na arcaica fiação elétrica comprometem cada vez mais a qualidade do atendimento oferecido à população. Além disso, foram encontradas falhas nos locais de repouso das equipes de saúde, falta de vários medicamentos, infiltrações e mofo em vários setores, incluindo enfermarias e consultórios médicos.

O projeto do prédio do Hospital Infantil é datado de 1947 e foi inaugurado em 1951, ou seja, a estrutura física é a mesma em uso há quase 70 anos e as poucas reformas executadas desde então não contemplam a melhoria para um hospital de referência. Atualmente, a unidade conta com 77 leitos de enfermaria e nove leitos de UTI.

Após uma interdição feita pelo Ministério Público Estadual, a atual gestão recebeu alguns recursos e está fazendo reformas físicas pontuais. Entre elas, a troca da fiação elétrica, que ocasionalmente gera apagões ou panes, o teto vem passando por melhorias, após graves infiltrações e comprometimento das paredes e pintura e reformas estão sendo feitas no Serviço de Referência de Triagem Néo-Natal. Algumas enfermarias não contam com ar condicionado e os mesmos só poderão ser instalados, após haver um rebaixamento do teto do prédio.

A fiscalização foi acompanhada pela diretora técnica do hospital, Drª Leiva Moura. Ela afirmou que a estrutura física do hospital não suporta uma ampliação física e que as melhorias estão sendo feitas conforme os recursos são liberados. A fiscalização contou com a presença da presidente do CRM-PI, Drª Mírian Palha Dias Parente, do corregedor Dr. Dagoberto Barros da Silveira e dos conselheiros Drª Luíza Ivete, Drª Maria Aline, Dr. Bruno Ribeiro e Dr. Adriano Reis. Após conclusão do relatório técnico do departamento de Fiscalização do CRM-PI, medidas e prazos serão exigidos para que a população não sofra mais os danos de tantos problemas ocasionados pela falta de condições físicas ideais para a prestação dos atendimentos.

fiscalhospinfantil

fiscalhospinfantil2

fiscalhospinfantil1

fiscalhospinfantil3

medicamentosfaltam

 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

Conselho Regional de Medicina do Estado do Piauí
Rua Goiás nº 991 - Ilhotas - Teresina/PI | CEP - 64014-055
Fone: (86) 3216-6100 - Fax: (86) 32166121 | e-mail - atendimento@crmpi.org.br
|
|
Delegacia Regional de Parnaíba - PI
Av. Álvaro Mendes, nº 1813, bairro Nova Parnaíba
Fone: (86) 3321-1830 - e-mail: delegaciaparnaiba@crmpi.org.br
|
|
Delegacia Regional de Picos - PI
Rua João XXIII N º 305 CentroPicos Piauí CEP 64600-312
Fone: (89) 3422-5488 - e-mail: delegaciapicos@crmpi.org.br